Notícias & Novidades

Ministro da Noruega cita Mato Grosso como exemplo durante conferência internacional

publicado em 17 de junho de 2016

Nayara Takahara | GAE-MT

FOTO

O trabalho de Mato Grosso para conter o desmatamento foi destacado como um caso de sucesso pelo ministro de Clima e Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen. Em dez anos, de 2004 a 2014, Mato Grosso reduziu o desmatamento em 90%, o que significa que deixou de emitir para a atmosfera 1.9 giga tonelada de dióxido de carbono. A declaração foi feita nesta quarta-feira (15.06) durante o encerramento da conferência internacional Oslo REDD Exchange 2016, realizada na Noruega.

O encontro reuniu em Oslo, capital da Noruega, nesta terça e quarta-feira (14 e 15.06), emissários de diversos locais do mundo para discutir a temática do REDD+ (Redução de Emissões por Desmatamento, Degradação florestal, Conservação, Manejo Florestal Sustentável e Aumento dos Estoques de Carbono Florestal). A conferência foi promovida pela Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento (Norad, na sigla em inglês).

Representando o Governo de Mato Grosso, a assessora técnica do Gabinete de Assuntos Estratégicos (GAE), Elaine Corsini, apresentou a Estratégia PCI (Produzir, Conservar e Incluir), que estabelece como principal meta aliar produção à conservação e a inclusão do pequeno produtor em um novo modelo de desenvolvimento econômico para o Estado.

De acordo com Corsini, o anúncio do ministro norueguês é reflexo do trabalho que ocorre desde 2004 no Estado. Segundo ela, a Estratégia PCI apresentada pelo governador Pedro Taques na 21ª Conferência Global do Clima (COP21), na França, é resultado de uma reflexão coletiva que envolveu Governo, empresas, sociedade civil e ONGs.

“Nós tínhamos que pensar o que queríamos para o Estado e a pergunta era como queremos estar em 2030? Como Mato Grosso quer se ver em 2030? Onde queremos chegar e o que precisamos fazer? Desse processo de construção, o governador apresentou em Paris o que nós chamamos de Estratégia Produzir, Conservar e Incluir”, comenta.

A gestora ressaltou durante o encontro que Mato Grosso foi o primeiro estado brasileiro a colocar em prática o Código Florestal que já existia como lei desde 1965, se tornando pioneiro também ao cobrar a manutenção de reservas legais e de áreas de preservação permanente, e ao criar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) que hoje o novo Código Florestal colocou como preceito para todo o País.

Conforme o secretário de Captação e Monitoramento do GAE, Vinicius Saragiotto, ao longo dos próximos anos serão realizados roadshows para alcançar as metas do programa. “Realizaremos roadshows para a captação de parceiros e recursos para a implementação da Estratégia PCI. São eventos à altura do que imaginamos para o programa, como o World Economic Forum, realizado em Davos, na Suíça”.

Além de ser um importante financiador de projetos para a conservação de florestas em todo o mundo e de apoiar programas de inclusão social, a Noruega é o primeiro país do mundo a se comprometer com o desmatamento zero. No encerramento da conferência, o Parlamento norueguês ratificou o acordo de Paris por unanimidade.

http://www.mt.gov.br/-/4345740-ministro-da-noruega-cita-mato-grosso-como-exemplo-durante-conferencia-internacional

Contato

Endereço

Rua Julio Domingos de Campos, s/n - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-903 - Cuiabá - Mato Grosso